quarta-feira, 15 de julho de 2015

Encanita-me os nervos!!! #10

O mundo divide-se em três tipos e a minha mão está farta de aturar isto! Quando uma pessoa “estende o bacalhau a alguém” (cumprimenta alguém com um aperto de mão), das três opções disponíveis no mercado, uma toca-me na rifa:
 
o aperto de mão “golpe de karaté”, que basicamente é “olá, como está, já agora aproveito, arranco-lhe um braço e de caminho parto-lhe a falange, a falanginha e a falangeta”.

o aperto de mão “agarra, agita e não larga”, quem pratica este tipo de aperto de mão gosta de falar agarrado à nossa mão como se fosse uma lapa com espasmos e só larga quando nós já estamos na fase de “mais duas agitadelas e eu levava como recuerdo uma tendinite”.

o aperto de mão “nem damos conta que existiu”, o praticante deste acto agarra só nas pontinhas dos dedos, não vá a outra pessoa ter peste e ele “bater a caçoleta” à conta de um aperto de mão.

Imagem retirada da Internet

35 comentários:

  1. Odeio apertos de mãos "flácidos". São os que odeio mais :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só os "apertos de mão", miss V.?

      (peço desculpa, não resisti :P )

      Eliminar
    2. Também há desses Sister V., parece que estamos a apertar a mão de um morto! :)

      Sog, meu caro, olha que pela boca morre o peixe! :P

      Eliminar
    3. O peixe também morre por falta de água, alteração da temperatura da mesma, falta de alimento e quando é pescado. Nenhum desses casos é relevante para a pergunta que eu fiz.
      Porque eu, perguntei, não afirmei nada.
      (senão, a parte de não resistir a fazer a pergunta)
      :p

      Eliminar
    4. Só agora vi a "provocação" do Mr. SOG e isto é assim: não gosto de flacidez em geral, tal como não gosto dela em particular :P

      Eliminar
  2. Ahahahahahahah ó Nininha, estou a ter um dia mau, obrigada por esta! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De nada! Espero sinceramente que o dia tenha melhorado.

      Beijinhos :)

      Eliminar
  3. ahah E dizem tanto sobre nós esses gestos. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já ouvi dizer que sim, aliás já cheguei a ler sobre o assunto, mas na hora H, a única coisa que eu penso é como é que eu salvo a minha mão! ;)

      Eliminar
  4. E ainda há um quarto que são aqueles que nos dão a mão tipo peso morto todas transpiradas...uhhh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai, que nojo ... a mão tipo foca é a pior! :)

      Eliminar
  5. Os últimos são os que mais me "encanitam os nervos".
    Firmes e seguros, sem magoar, são os melhores mesmo:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São os melhores, mas são mais raros que um diamante puro! ;)

      Eliminar
  6. Há quem diga, que o aperto de mão, diz muito sobre a pessoa, mas eu acho que não faz sentido.
    Eu não aperto a mão, da mesma forma, uma mulher grávida, com um ar sofrível (estou a pensar numa pessoa específica), como aperto a dum trolha!

    O ideal é dar 2 beijinhos! A homens (fónix, escolhe outro), mulheres e animais!! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso até diz! Por exemplo, diz se a pessoa lavou as mãos, se cortou as unhas, se usa um cremezinho hidratante diariamente … estás a ver, coisas deste género :P

      Eliminar
  7. Epá, o último é, sem dúvida, o pior. É como apertar a mão a um peixe morto.
    Prefiro que ma apertem, estrafeguem e no fim me deem duas ou três sacudidelas, do que sentir que, de repente, podemos ficar agarrados a uma mão morta enquanto o dono foi ali ao lado beber um café. ahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahaha ... mas tu és homem! Há apertos de mão que magoam tanto como se eu apertasse a mão na porta do carro ... hoje, o apertão foi tão grande, que ia jurar que a minha mão não voltava à forma original!

      Eliminar
  8. E quando tu dás um aperto como deve ser a um gajo e ele responde com uma mãozinha flácida. É tão irritante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também já me aconteceu! Vou a contar com um aperto firme e a outra pessoa opta por uma mão pendurada como um sino! :)

      Eliminar
  9. O que me encanita os nervos são os apertos de mão moles. Não é um verdadeiro aperto de mão. A pessoa que o faz até parece que está contrariada. Detesto!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que estão a fazer o favor de nos estender a mão … no fim, fico sempre com a sensação que devo pedir desculpas pelo incómodo! ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  10. Ui, eu também. Dá logo a impressão de falta de força de personalidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dizem que sim! Que o aperto de mão reflete a personalidade, a ser verdade alguns são tipo Hulk, outros são mais Zombies. :)

      Eliminar
  11. Os dois primeiros até aguento, com sorriso mais ou menos amarelo e/ou esgar de dor, agora o último... a velocidade com que retiro a mão até os faz pensar que apanhei um choque!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahaha ... também faço o mesmo! Mete-me impressão ter ali só as pontas dos dedos agarradas. :)

      Eliminar
  12. :))) penso nisso tantas vezes. O meu aperto de mão é mais golpe de karaté e detesto apertos de mão flácidos... gosto que me apertem a mão com força e vigor, acho que revela bastante da personalidade da pessoa :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antes um golpe de karaté, do que cumprimentar uma mão morta! :)

      Eliminar
  13. Vale a pena visitar a Nina no dia do "encanita-me" adoroooooooooo

    ResponderEliminar
  14. Uma palmadinha nas costas resolvia isto! Ou não...;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende. Se for com muita força é capaz de mandar um pulmão cá para fora ... ;)

      Eliminar
  15. Para eu apreciar não podem ser nem duros nem frouxos (ok isto soa estranho). E só se abana uma vez (piorou!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahahaha ... não piorou nada, está óptimo! :D

      Eliminar