terça-feira, 8 de setembro de 2015

Diz que tem ares de diva …

… que é esquisita, que não “come” de tudo, que passa a vida a “vomitar”, que gosta das coisas metidas com jeitinho e eu sabendo que ela é chata como a potassa, faço-lhe as vontades todas. Mesmo todas!

Basculho a carteira à procura das pequeninas, se não tenho a quantidade certa, passo para as grandes, estico cada uma delas para a Mademoiselle não se queixar, meto a de cinco e ela recusa, diz que não, que não quer e não gosta, meto a de 10 e faz-me a mesma desfeita … já na loucura, vou à procura da de vinte e ouço:

- Ó menina não vale a pena, ela só gosta das velhas e metidas com cuidadinho!

Ai a minha vida, que o raio da máquina de pagamentos é “do tempo do arroz de quinze” e não lhe serve qualquer coisa!
Imagem retirada da Internet

8 comentários:

  1. Lol essas máquinas irritam-me tanto.

    ResponderEliminar
  2. Tem bom gosto... mas é verdade, as velhas têm que ser metidas com cuidado para não esfolar. eheheh

    ResponderEliminar
  3. eheheh só manias o raio da máquina :)))

    ResponderEliminar
  4. ahahahaha...só no fim entendi!
    Foi bem metida, sim senhora! ;)))))))))))

    ResponderEliminar