segunda-feira, 23 de março de 2015

Acho que fidelidade e auto-estima … não rimam com o meu carro

Já viram? Aquele novo anúncio fofinho e pseudo delico-doce que em verso descreve a relação do dono com seu querido bólide. Já? Contem-me tudo! A vossa relação é assim intensa, intimista e afável?                
                                        
                            

É que sempre que ouço o anúncio, a cada verso é isto que eu penso:  
 
Tu chamas-lhe campeão [Não, não chamo. Chamo-lhe Pluto, por causa da antena do rádio que fica empinadinha na traseira do carro]
 
Em sete anos nunca te deixou na mão [Nunca! Nem mesmo quando deixei o rádio ligado… teve uma manhã inteira a bombar, mas mesmo assim continuou com energia nos rodados para me levar a casa]
 
Tiveram sustos, mas ele portou-se bem [Portou-se … não travou quando mandei, ficou com um olho à Camões e partiu os queixos/para-choques]
 
Uns beijinhos a estacionar, mas isso não se diz a ninguém [Eu não digo, mas ele é um linguarudo…só lhe falta sinalizar cada arranhão, risquinha e raspão a tinta fluorescente]
 
E a porta que custa a fechar [Custa mais a abrir … nunca sei onde deixei/guardei a chave]
 
Todas essas histórias e as que não podes contar [Hã … não sobram muitas mais!]
 
Sabemos o que te custou teres de o deixar [Pois, custa muito, porque isto de andar a pé é uma canseira que só visto … ou andando]
 
Amanhã já o podes ir buscar [Companheiro de estrada e de arranhões … pronto para outra?]

14 comentários:

  1. Uns beijinhos a estacionar, mas isso não se diz a ninguém. Pois não e o outro dono que ficou com o carro arranhado, que se lixe. ahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não seja mauzinho! :) A maioria das pessoas só bate em passeios, colunas de cimento e mecos de sinalização ... são os únicos que não fogem a tempo! :P

      Eliminar
  2. aquilo é apenas um arrazoado de eufemismos e cantilenas! eu cá, não vou naquele discurso! acabei de deixar o meu na oficina para um diagnóstico objetivo. despedidas? claro que não. ele já conhece o sítio e dá-se bem com o mecânico, não precisa cá de pancadinhas d'amor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O último “diagnóstico” do meu mecânico foi: “o carro está óptimo e as recentes alterações (referia-se a uma mossa e dois arranhões) ao design original dão-lhe um ar muito radical”.
      Não gosto do meu mecânico … é demasiado franco! :P

      Eliminar
  3. Não tenho carro, ainda, mas quando tiver de certeza que vou tratá-lo como trato sei lá... alguém de quem gosto ahahah fica caro se não o tratarmos bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MUITO caro!!!! A carteira agradece o tratamento simpático do carro. :)

      Eliminar
  4. Lol nao conhecia o anuncio! Esta giro mas nem tanto ao mar, nem tanto a terra! ahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É intimidade a mais. :))) Só falta dormir com o carro na garagem para ele não se sentir sozinho e desamparado durante a noite ;)

      Eliminar
  5. eu cá, adoro o meu bolinhas azul, com ou sem beijinhos, arranhões e afins. Gosto dele na mesma, eu também tenho rugas e ele não me deixa a pé :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também adoro o meu (incluindo os dói-dóis) ... dão-lhe um ar de guerreiro urbano! :P

      Eliminar
  6. "...é um linguarudo..." ahaha :D
    Adorei! :D
    Beijinhos ***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É completamente "kiss and tell"! ;)
      Beijinhos :)

      Eliminar
  7. Acabei de perceber que sou fiel ao meu azulinho, maaaas não sou muito carinhosa!
    Ou não fossemos mulher do Nourte carago!

    Beijinho,

    ResponderEliminar