terça-feira, 10 de março de 2015

Deitar cedo e cedo erguer, dá …

… uma soneira desgraçada à vizinha de baixo, que nem queiram saber.

Eu já estou habituada ao barulho. É o shampoo ou do gel de banho, que pontualmente cai todos os dias às 7 e meia da manhã no polibã. É o filho ou da filha que faz sprints entre o quarto e a cozinha entre as 8 e as 8:30. É o problema que alguém naquele apartamento tem com as cruzetas (tradução: cabides), que passam mais tempo no chão do quarto do que no roupeiro. Mas tudo bem! Eu tenho que acordar às 7, os barulhos são como despertadores suplentes.

Agora, acordarem aqui a Bela Adormecida às 4:45 com uma espécie de derrocada de peças de dominó de cimento maciço… não dá! Eu tenho um João Pestana muito sensível, depois daquilo ele partiu para parte incerteza e eu dei mais voltas na cama, do que um frango no espeto.

Assim não há condições … lá tenho que fazer mais uma emboscada à máquina do café!    

22 comentários:

  1. Não me posso queixar dos meus vizinhos... quase nunca estão em casa!!


    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. A minha entrava facilmente para o livro do Guiness! ;))

      Eliminar
  3. Realmente, a essa hora, nenhum barulho é tolerável!

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só espero que não se lembrem de repetir a gracinha.
      Beijinhos :)

      Eliminar
  4. Eu é mais aturar o bebé do vizinho que quando se lembra passa as noites a berrar e o mais engraçado é que só ouço a criança, aos pais não! As vezes parece que o deixam berrar e berrar e berrar...mas berrar à séria!! Outros vizinhos já alertaram, entendem ser um bebé de um ano mas o povo precisa de dormir!! Ah...e deixar cair o chuveiro a meia noite??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antes de correr, o "meu" também berrava todas as manhãs. Começava por chorar, depois gritava e por fim atirava "coisas" ao chão.
      E o chuveiro!!! Nem me fales nisso ... às vezes parece que eles martelam o chão da banheira com ele.

      Eliminar
  5. Felizmente, não me posso queixar dos vizinhos... ou, se calhar, da qualidade da construção do prédio ;))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As paredes do meu parecem feitas de papel vegetal :))

      Eliminar
  6. :( boa sorte para o resto do dia!
    ainda bem que não és minha vizinha... no meu caso é a tosse que, creio, tem impedido toda a malta à minha volta de dormir o sono dos justos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prefiro o som da tosse ... o som de "pedras a caírem" é mil vezes pior! ;)
      As melhoras :)

      Eliminar
  7. Fizeste-me rir à gargalha com algo que detesto, café!
    Com vizinhos assim, quem precisa de inimigos? Chiça!...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes acho que todos os "malucos" escolheram o meu prédio como local de residência ... bem, também só se estraga um prédio! ;)

      Eliminar
  8. Isso é horrível. Morei numa casa antiga, com o chão em tábuas de solho, onde havia um puto por cima que me moía a cabeça. Desejei-lhe tantas vezes uma poliomielite... ahahah
    No verão passado não mudei para uma casa num sítio mais bonito do que este onde moro (que tem uma fábrica e duas oficinas em frente), porque era para um rés-do-chão numa vivenda. Não sei se havia criançada por cima, nem quis saber.
    Eu moro no 2º andar (último andar) e por baixo, na maior parte do ano não mora ninguém e quando mora, é o meu senhorio que tem quase 70 anos e já nem faz chiar a cama.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens sorte! Eu vivo tipo sanduíche guardada num tupperware .. tenho vizinhos por cima, por baixo e dos dois lados. Viver num apartamento "centro", não foi das minhas melhores ideias ... não foi, não! :)))

      Eliminar
  9. Vizinhos... Por acaso não moro num apartamento, mas já tive um vizinho que tinha 15 cães de caça, estás a imaginar, quando passava um bicho, um um gato coitado, era uma gritaria... ninguém merece. Adoro cães mas na altura apetecia-me matá-los todos de carabina em punho... :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cruzes, credo, canhoto ... 15 CÃES!!! Ninguém merece ser vizinha de uma matilha.

      Eliminar
  10. Diz ela que está com sono, mas nem o sono lhe rouba o talento! ;D
    É poesia, é prosa... Sim, senhora!
    Sobre os vizinhos, acho que devias revestir o tecto com algum material de isolamento acústico! :P
    Atualmente, não tenho vizinhos de cima. Estou no último andar :P mas nos primeiros anos da faculdade, ouvia um pianista (essa parte era porreira). Mas às vezes também ouvia uns sons ritmados... Conseguirás imaginar do quê... hahah :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Consigo imaginar e ... há dias que até consigo ouvir!!!! :P

      Eliminar
  11. Os filhos dos meus vizinhos de cima, acordam-me assim aos fim de semana.
    Mas eu penso, que os meus filhos, também devem acordar o vizinho de baixo. São despertadores em cadeia...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahaha ...pode quase ser considerado um serviço público! ;)

      Eliminar